Experimento sangue do diabo

Você está aqui

Home / Experimentos de Química / Experimento sangue do diabo

Manchas causadas pelo “Sangue do Diabo”
Manchas causadas pelo “Sangue do Diabo”

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

Compartilhe:
Por Jennifer Rocha

Apesar desse experimento ser conhecido por um nome bem assustador – sangue do diabo –, na verdade, ele não se trata de nada sobrenatural. Ele é chamado assim porque antigamente era muito comum, principalmente no carnaval, que algumas pessoas jogassem nas roupas de outras um líquido avermelhado. No momento, geralmente as pessoas ficavam com muita raiva ou assustadas, pois achavam que a mancha feita em sua roupa não teria concerto.

Porém, depois de um tempo, essa mancha desaparecia completamente, dando um ar misterioso a essa brincadeira um pouquinho malvada.

Para preparar o “sangue do diabo” e divertir-se, você precisará de:

* 20 mL de fenolftaleína (indicador encontrado em lojas de Química ou farmácias de manipulação);

* 20 mL de hidróxido de amônio (NH4OH) – conhecido comercialmente como amoníaco;

* 50 mL de álcool;

* 150 mL de água;

* Copo (ou béquer);

* Colher ou bastão de vidro.

Procedimento Experimental:

1- Misture bem a fenolftaleína no álcool até ela ficar completamente dissolvida;

2- Adicione a água, misturando novamente;

3- Por fim, acrescente o amoníaco e observe o que acontece.

E pronto! O famoso “sangue do diabo” está preparado.


Solução formada no experimento sangue do diabo

Você pode jogá-lo nas roupas, no sofá, na cama e em outros lugares. A sua mãe ou seus amigos levarão o maior susto! Porém, depois que secar, a mancha desaparecerá completamente. Se você colocar essa solução em um recipiente com borrifador, a mancha sumirá ainda mais rápido. Só tome cuidado com quem você faz essa brincadeira para não apanhar, heim?!

Mas por que isso acontece?

Bem, a fenolftaleína é um indicador ácido-base que muda de cor de acordo com o pH do meio. Em meios neutros e ácidos, a fenolftaleína fica incolor, mas, em meios básicos, fica com um tom rosa bem intenso, quase vermelho.

A solução preparada fica dessa cor porque o amoníaco é uma base formada por uma mistura de amônia na água. São os íons OH- que tornam o meio básico:

NH3 + H2O ↔ NH4+ (aq) + OH- (aq)

A mancha some porque o amoníaco evapora facilmente, e a fenolftaleína volta a ficar incolor.

Veja mais um experimento com indicador ácido-base no artigo Indicador ácido-base com repolho roxo.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

Compartilhe: