Indicador ácido-base com repolho roxo

Você está aqui

Home / Experimentos de Química / Indicador ácido-base com repolho roxo

O indicador ácido-base de repolho roxo é produzido apenas pela maceração do vegetal com água
O indicador ácido-base de repolho roxo é produzido apenas pela maceração do vegetal com água

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

10 Dec 2014

Compartilhe:

Os indicadores ácido-base são substâncias que mudam de cor, informando se o meio está ácido ou básico. Existem indicadores sintéticos, como a fenolftaleína, o azul de bromotimol, o papel de tornassol e o alaranjado de metila. Porém, existem também algumas substâncias presentes em vegetais que funcionam como indicadores ácido-base naturais.

Geralmente, essas substâncias estão presentes em frutas, verduras, folhas e flores bem coloridas. Alguns exemplos são a beterraba, jabuticaba, uva, amoras, folhas vermelhas, entre outras.

Aqui aprenderemos a fazer um indicador ácido-base com repolho roxo e veremos como ele muda de cor à medida que alteramos o pH do meio através de alguns produtos que usamos no dia a dia.

Materiais e reagentes:

  • repolho roxo;

  • água

  • liquidificador;

  • coador;

  • 11 copos transparentes ou béqueres;

  • caneta e etiquetas para enumerar os copos;

  • limão;

  • vinagre;

  • bicarbonato de sódio;

  • sabão em pó;

  • água sanitária;

  • detergente;

  • açúcar;

  • leite;

  • sal amoníaco;

  • soda cáustica (tome muito cuidado ao manipulá-la e sempre use luvas, pois a soda cáustica é corrosiva, podendo causar queimaduras graves na pele).

Procedimento experimental:

  1. Bata 1 folha de repolho roxo com 1 litro de água no liquidificador;

  2. Coe esse suco, pois o filtrado será o nosso indicador ácido-base natural (se não for usar o extrato de repolho roxo na hora, guarde-o na geladeira, pois ele decompõe-se muito rápido;

  3. Enumere cada um dos copos;

  4. Coloque o extrato de repolho roxo nos 11 copos;

  5. Acrescente nos copos 2 a 11 as seguintes substâncias, na respectiva ordem: soda cáustica, água sanitária, sabão em pó, sal amoníaco, açúcar, leite, detergente, vinagre e limão.

  6. Observe as cores das soluções.

Resultados e Discussão:

As substâncias presentes nas folhas de repolho roxo que o fazem mudar de cor em ácidos e bases são as antocianinas. Esse indicador está presente na seiva de muitos vegetais, tais como uvas, jabuticabas, amoras, beterrabas, bem como em folhas vermelhas e flores de pétalas coloridas, como as flores de azaleia e quaresmeira. As antocianinas são responsáveis pela coloração rosa, laranja, vermelha, violeta e azul da maioria das flores.

Em água (pH neutro = 7), esse indicador tem coloração roxa, mas conforme a imagem a seguir mostra, ele muda de vermelho em solução ácida (pH < 7) para púrpura e depois verde em solução básica (pH > 7). No caso da solução ser fortemente básica, ele torna-se amarelo:


Soluções com extrato de repolho roxo funcionando como indicador de pH*

Assim, no experimento realizado, as cores observadas devem ser parecidas com as mostradas a seguir:


Resultado de experimento com indicador de repolho roxo em soluções ácidas e básicas

Observe que, geralmente, os produtos de limpeza são básicos. A soda cáustica, por exemplo, é a base hidróxido de sódio (NaOH). Em contrapartida, muitos alimentos possuem caráter ácido, como é o caso do vinagre, que é composto pelo ácido acético, e o limão, que possui ácido cítrico e ácido ascórbico (vitamina C), tendo um pH muito baixo (pH do limão = 2). Já o açúcar e o leite possuem pH próximo ao básico.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

10 Dec 2014

Compartilhe: