Titulação

Você está aqui

Home / Físico-Química / Soluções / Titulação

Realização de titulação de uma solução
Realização de titulação de uma solução

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

Compartilhe:
Por Jennifer Rocha

A titulação é uma das técnicas de laboratório mais utilizadas quando se quer determinar a concentração de uma solução. Isso é feito por meio da reação dessa solução com outra de concentração conhecida. O volume de ambas é determinado experimentalmente.

A reação química que ocorre é uma reação de neutralização, ou seja, entre um ácido e uma base, produzindo sal e água, por isso, ela é chamada de titulação ácido-base. Adiciona-se também à solução de concentração desconhecida uma pequena quantidade de um indicador ácido-base apropriado, pois a mudança de cor indica exatamente o momento em que a reação ocorre por completo, que é o chamado “ponto de viragem”.

A solução-problema, isto é, a solução que queremos descobrir a concentração, é chamada de titulado, e a solução que reage com ela e cuja concentração é conhecida é denominada titulante.

Vamos agora mostrar passo a passo como é realizada uma titulação de soluções e como proceder nos cálculos para determinar o objetivo principal, ou seja, determinar a concentração da solução-problema.

A aparelhagem necessária para realizar a titulação é a mostrada a seguir:


Esquema de aparelhagem para titulação

I. Primeiro, com a ajuda de uma pipeta, mede-se um volume específico da solução que se pretende determinar a concentração. Em seguida, ela é transferida para um erlenmeyer;

II. A solução de concentração conhecida que deve reagir com a solução-problema é colocada em uma bureta, que é graduada e também mostra o volume específico;


Estudante de química preenche uma bureta com uma solução verde para realizar uma titulação

III. Adiciona-se à solução-problema que está no erlenmeyer algumas gotas do indicador ácido-base. Um exemplo muito usado é a fenolftaleína, cujo ponto de viragem situa-se entre o pH 8,2 e o 9,8.

Se a solução-problema for uma base, a fenolftaleína ficará na cor vermelha ou rosa bem intenso, mas quando a reação de neutralização completar-se, ela ficará incolor. Nesse momento, a titulação deve ser imediatamente interrompida.

Caso contrário, se a solução no erlenmeyer for um ácido, a fenolftaleína ficará incolor e, no ponto de viragem, ficará rosa.

IV. Agora se realiza a titulação propriamente dita. A boca do erlenmeyer é colocada na parte de baixo da bureta (que está fixada em um suporte universal). Com muito cuidado, a torneira da bureta é aberta para deixar a solução que está dentro dela escorrer e reagir com a solução-problema que está dentro do erlenmeyer. Essa abertura deve ser realizada bem devagar, deixando cair gota por gota, pois, com uma única gota, pode-se atingir o ponto de viragem.

O químico posiciona-se de um modo a segurar com uma das mãos a torneira da bureta, ficando preparado para fechá-la assim que a cor da solução mudar. Com a outra mão, ele segura o erlenmeyer, sempre o agitando com movimentos circulares para que a reação ocorra completamente.

Observe na figura a seguir que é comum colocar um papel branco na parte de baixo para ajudar na visualização da mudança de cor.


Titulação ácido-base de uma solução ácida

V. Quando se atinge o ponto de viragem, fecha-se a torneira e anota-se o valor do volume da solução dentro da bureta que foi necessário para neutralizar totalmente a solução-problema.

Com essa técnica, são obtidos os seguintes dados:

* Volume do titulado;
* Volume do titulante;
* Concentração do titulante.

Mas ainda não é conhecida a concentração do titulado. Como isso é feito?

Acesse o texto a seguir para obter a resposta:

- Cálculos na titulação ácido-base.

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

Compartilhe: