Equação Química

Você está aqui

Home / Química Geral / Estequiometria / Equação Química

Equação química que representa a reação de formação da água
Equação química que representa a reação de formação da água

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

22 Nov 2014

Compartilhe:

Em várias áreas da sociedade existem símbolos que indicam algumas informações. Por exemplo, se você enxergar na rua a placa de trânsito mostrada a seguir, saberá o que ela quer dizer? Essa placa chamada de R-7 significa que é proibido ao motorista ultrapassar outro carro. Se o motorista não souber identificar esse código, poderá infringi-lo e causar acidentes.

Placa de trânsito de proibido ultrapassar
Placa de trânsito de proibido ultrapassar

Esse é apenas um exemplo para mostrar a importância da representação de informações específicas por meio de símbolos. A Química usa de mecanismos similares, como é caso das equações químicas. Mas o que é uma equação química? A seguir apresentamos uma definição simples:

Uma equação química é a representação qualitativa e quantitativa de uma reação química.

Essas equações sempre apresentam uma estrutura em que as fórmulas moleculares ou unitárias das substâncias iniciais (reagentes) são escritas do lado esquerdo da seta e as fórmulas das substâncias finais (produtos) são escritas do lado direito da seta:

Reagentes → Produtos
1º membro          2º membro

Por exemplo, imagine que o gás hidrogênio reaja com o gás oxigênio para formar a água. A equação química simplificada que representa essa reação é dada por:

H2 + O2 → H2O

Escrita desse modo a equação química mostrou-nos o aspecto qualitativo da reação, ou seja, quais foram as susbtâncias que reagiram e que foram produzidas. Existem símbolos que podem ser acrescentados na equação que indicam outros aspectos qualitativos. Veja alguns deles:

* Indicação do estado físico das substâncias ou soluções participantes da reação:
- gás = (g);
- vapor (v);
- líquido (l);
- moléculas ou íons em solução aquosa (aq);
- sólido (s)
- cristal (c);
- precipitado (ppt).

Exemplo: C2H6O(l) + O2(g) → CO2(g) + H2O(v)

* Indicação de que houve aquecimento: O símbolo Δ virá em cima da seta.

* Desprendimento de gases: Haverá uma seta na diagonal voltada para o lado direito ao lado da substância gasosa.

Exemplo: Note que os símbolos indicam-nos que a reação mostrada a seguir foi de decomposição ou pirólise. Nessa reação, o aquecimento decompôs o reagente em duas outras substâncias e houve desprendimento do gás oxigênio.

Exemplo de equação química com aquecimento e desprendimento de gás
Exemplo de equação química com aquecimento e desprendimento de gás

* Presença de luz para que a reação ocorra: O símbolo λ virá em cima da seta.

Exemplo: Observe que a equação mostra que a água oxigenada (peróxido de hidrogênio em meio aquoso) decompôs-se por causa da presença de luz.

Exemplo de equação química com presença de luz
Exemplo de equação química com presença de luz

* Reação reversível: É indicada por uma seta dupla, como as mostradas a seguir:

Exemplos de setas duplas que indicam reações reversíveis
Exemplos de setas duplas que indicam reações reversíveis

Mas as equações químicas também indicam importantes aspectos quantitativos. Veja alguns exemplos:

* Fórmulas químicas: As fórmulas moleculares ou unitárias (no caso de compostos iônicos) indicam não só quais são os elementos que estão nas substâncias e que participam das reações, mas também a quantidade de átomos de cada elemento. Isso é mostrado pelo índice, ou seja, pelo número subscrito (fica no canto inferior direito do símbolo do elemento). Quando o índice é igual a 1, ele não precisa ser escrito.

Exemplos:

H2O: há dois átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio;
C2H6O: há dois átomos de carbono, seis átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio;
Al(OH)3: há um átomo de alumínio, três átomos de oxigênio e três átomos de hidrogênio;
Ca(H2PO4)3: há um átomo de cálcio, seis átomos de hidrogênio (2 . 3), três átomos de fósforo (1 . 3) e doze átomos de oxigênio (4 . 3).

Observe que nos dois últimos exemplos, para descobrir a quantidade real de átomos na molécula, foi preciso multiplicar o índice que estava do lado de fora do parênteses pelos índices dos elementos de dentro. Assim:

Índices entre parênteses
Índices entre parênteses

* Coeficientes: números que aparecem escritos na frente da substância na reação. Veja um exemplo de equação química em que os coeficientes estão em destaque:

2 H2 + 1 O22 H2O

Os coeficientes mostram a proporção estequiométrica em que os reagentes reagem e a quantidade de produtos. Nesse caso, quer dizer que, para cada molécula de O2, são necessárias duas moléculas de H2 para formar duas moléculas de água.

Outro aspecto quantitativo importante que as equações químicas devem transmitir segue a Lei de Lavoisier, também conhecida como Lei de Conservação das Massas, que diz que, em uma reação com sistema fechado, a massa total dos produtos é igual à dos reagentes. Isso quer dizer que, em uma equação química, o número total de átomos dos reagentes deve ser igual ao número total de átomos dos produtos.

Quando isso acontece, dizemos que a reação está balanceada. Para aprender a realizar o balanceamento das equações, leia os textos a seguir:

-Balanceamento de equações;
-Balanceamento das equações de oxirredução.

Basicamente, para igualar a quantidade de átomos nos dois membros da equação, usamos os coeficientes. Para isso, temos que multiplicar o coeficiente pelo índice de cada elemento químico. Veja um exemplo:

½ Fe2(SO4)3 + 3 NaOH → Fe(OH)3 + 3/2 Na2SO4

Reagentes:                         Produtos:

Fe: ½ . 2 = 1                       Fe: 1 . 1 = 1
S: ½ . 3 = 3/2                      S: 3/2 . 1 = 3/2
Na: 3 . 1 = 3                        Na: 3/2 . 2 = 3
H: 3 . 1 = 3                          H: 1 . 3 = 3
O: (½ . 12) + (3 . 1) = 9       O: (1 . 3) + (3/2 . 4) = 9


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

22 Nov 2014

Compartilhe: