Reações de neutralização parcial

Você está aqui

Home / Química Inorgânica / Reações de neutralização parcial

O bicarbonato de sódio é um exemplo de sal hidrogenado obtido por neutralização parcial
O bicarbonato de sódio é um exemplo de sal hidrogenado obtido por neutralização parcial

Curtidas

0

Comentários

0

por Diogo

Compartilhe:
Por Diogo Dias

Uma reação de neutralização, geralmente, é aquela em que ocorre interação entre um cátion hidrônio (H3O+) de um ácido e um ânion hidroxila (OH-) de uma base, resultando em uma molécula de água (H2O). O cátion Y da base, por sua vez, interage com o ânion X do ácido, formando um sal. Veja a equação geral de uma reação de neutralização:

HX + YOH → YX + H2O

Existe a possibilidade de nem todos os cátions hidrônios do ácido interagirem com os ânions hidroxila da base. Quando esse fenômeno acontecer, teremos uma reação de neutralização parcial.

Quando uma reação de neutralização parcial ocorre, temos a formação de sais hidrogenados ou sais hidroxilados. Um sal hidrogenado é aquele que apresenta hidrogênio na sua composição (YHX), e o sal hidroxilado é aquele que apresenta hidroxila na sua composição (YOHX).

A formação de sais hidroxilados ou hidrogenados em reações de neutralização parcial depende diretamente da quantidade de hidrogênios e hidroxilas presentes, respectivamente, nos ácidos e bases envolvidos no processo. Veja alguns exemplos que ilustram equações de neutralização parcial:

a) Reações de neutralização parcial com a formação de sal hidrogenado

A formação de um sal hidrogenado ocorre quando temos uma reação de neutralização em que a quantidade de hidrogênios no ácido é maior do que a quantidade de hidroxilas na base:

Exemplo: Reação entre o ácido fosfórico (H3PO4) e o hidróxido de magnésio [Mg(OH)2]

H3PO4 + Mg(OH)2 → MgHPO4 + 2 H2O

Analisando as fórmulas, podemos observar que o ácido apresenta três hidrogênios ionizáveis, e a base apresenta apenas duas hidroxilas. Assim, apenas dois dos hidrogênios interagem com as duas únicas hidroxilas existentes, formando dois mols de água. O hidrogênio ionizável que não interagiu em razão da falta de hidroxila fará parte da composição do sal formado, acompanhando o ânion PO4.

Exemplo: Reação entre o ácido sulfídrico (H2S) e o hidróxido de sódio (NaOH)

H2S + NaOH → NaHS + 1 H2O

Analisando as fórmulas, podemos observar que o ácido apresenta dois hidrogênios ionizáveis, e a base apresenta apenas uma hidroxila. Assim, apenas um dos hidrogênios interagirá com a única hidroxila existente, formando um mol de água. O hidrogênio ionizável que não interagiu em razão da falta de hidroxila fará parte da composição do sal formado, acompanhando o ânion S.

Exemplo: Reação entre o ácido pirofosfórico (H4P2O7) e o hidróxido de crômio III [Cr(OH)3]

1 H4P2O7 + 1 Cr(OH)3 → CrHP2O7 + 3 H2O

Analisando as fórmulas, podemos observar que o ácido apresenta quatro hidrogênios ionizáveis, e a base apresenta apenas três hidroxilas. Logo, três dos hidrogênios interagem com as três únicas hidroxilas existentes, formando três mols de água. O hidrogênio ionizável que não interagiu fará parte da composição do sal formado, acompanhando o ânion P2O7.

b) Reações de neutralização parcial com a formação de sal hidroxilado

A formação de um sal hidroxilado ocorre quando temos uma reação de neutralização em que a quantidade de hidroxilas na base é maior do que a quantidade de hidrogênios no ácido.

Exemplo: Reação entre o ácido sulfúrico (H2SO4) e o hidróxido de ouro III [Au(OH)3]

01 H2SO4 + 1 Au(OH)3 → AuOHSO4 + 2 H2O

Analisando as fórmulas, podemos observar que o ácido apresenta apenas dois hidrogênios ionizáveis, e a base apresenta três hidroxilas. Assim, duas das hidroxilas interagem com os dois únicos hidrogênios existentes, formando dois mols de água. A hidroxila que não interagiu fará parte da composição do sal formado, acompanhando o cátion Au.

Exemplo: Reação entre o ácido clorídrico (HCl) e o hidróxido de bário [Ba(OH)2]

1 HCl+ 1 Ba(OH)2 → BaOHCl + 1 H2O

Analisando as fórmulas, podemos observar que o ácido apresenta apenas um hidrogênio ionizável, e a base apresenta duas hidroxilas. Assim, apenas uma das hidroxilas interage com o único hidrogênio existente, formando um mol de água. A hidroxila que não interagiu em razão da falta de hidrogênio fará parte da composição do sal formado, acompanhando o cátion Ba.

Exemplo: Reação entre o ácido bórico (H3BO3) e o hidróxido de titânio IV [Ti(OH)4]

1 H3BO3 + 1 Ti(OH)4 TiOHBO3 + 3 H2O

Analisando as fórmulas, podemos observar que o ácido apresenta três hidrogênios ionizáveis, e a base apresenta quatro hidroxilas. Dessa forma, três das hidroxilas interagem com os três únicos hidrogênios existentes, formando três mols de água. A hidroxila que não interagiu fará parte da composição do sal formado, acompanhando o cátion Ti.


Por Me. Diogo Lopes Dias

Curtidas

0

Comentários

0

por Diogo

Compartilhe: