Sais

Você está aqui

Home / Química Inorgânica / Funções Inorgânicas / Sais

No mar existem vários sais dissolvidos, mas também há sais não dissolvidos, como o carbonato de cálcio que forma os corais e as conchas
No mar existem vários sais dissolvidos, mas também há sais não dissolvidos, como o carbonato de cálcio que forma os corais e as conchas

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

Compartilhe:

Os sais são compostos bastante comuns em nosso cotidiano, veja alguns exemplos:

Exemplos de sais no cotidiano
Exemplos de sais no cotidiano

Segundo a teoria eletrolítica de Arrhenius, que considera o comportamento das substâncias quando dissolvidas em água, a função inorgânica dos sais pode ser definida da seguinte forma:

Definição de sal segundo a teoria eletrolítica de Arrhenius
Definição de sal segundo a teoria eletrolítica de Arrhenius

Exemplos:

NaCl(s) → Na+(aq) + Cl-(aq)

CaSO4(s) → Ca2+(aq) + SO42-(aq)

Ca3(PO4)2(s) → 3 Ca2+(aq) + 2 PO43-(aq)

(NH4)3PO4(s) → 3 NH4+(aq) + 1 PO43-(aq)

Mg3(BO3)2(s) → 3 Mg 2+(aq) + 2 BO33-(aq)

Existem também sais que podem liberar os íons H+ e OH-, mas eles não são os únicos. Por exemplo, se o sal liberar em meio aquoso o íon H+, ele irá liberar também outro cátion. Por outro lado, se ele liberar o íon OH-, esse sal também liberará outro ânion. Um exemplo é o fosfato de cálcio tribásico (Ca3(OH)3PO4) que contém o cátion Ca2+ e os ânions OH- e PO43-.

Uma das maneiras principais em que os sais são formados é a partir da reação entre um ácido e uma base. Esse tipo de reação é chamado de neutralização, pois o cátion H+ do ácido reage com o ânion OH- da base e forma a água, neutralizando o meio. Ao mesmo tempo, o cátion fornecido pela base une-se ao ânion fornecido pelo ácido e forma um sal.

Exemplos:

Ácido + Base → Sal + Água

HNO3(aq)+ KOH(aq) KNO3(aq)+ H2O(l)
                                 (Nitrato de potássio)

2 HCl(aq) + Ca(OH)2(aq) CaCl2(aq) + 2 H2O(l)
                                       (Cloreto de cálcio)

H2SO4(aq) + 2 NaOH(aq) Na2SO4(aq) + 2 H2O(l)
                                        (Sulfato de sódio)

H2SO4(aq) + Mg(OH)2(aq) MgSO4(aq) + 2 H2O(l)
                                          (Sulfato de magnésio)

2 H3PO4(aq) + 3 Ba(OH)2(aq) Ba3(PO4)2(aq) + 6 H2O(l)
                                              (Fosfato de bário)

Portanto, todo sal é um composto iônico, cuja fórmula pode ser formada da seguinte maneira genérica:

cátion    ânion     sal
(C)X+ + (A)Y-CYAX

Observe que um cátion “C” fornecido pela base e um ânion “A” fornecido pelo ácido unem-se, sendo que os índices (números que aparecem na parte inferior direita do elemento indicando sua quantidade na fórmula) são os valores das cargas dos íons trocadas. Por exemplo, o cátion Mg2+ une-se ao ânion BO33- para formar um sal, analise como o valor “3” da carga do ânion será o valor do índice do cátion e como o valor “2” da carga do cátion será o índice do ânion:

Mg 2+ + 2 BO33- → Mg3(BO3)2(s)


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

Compartilhe: