Aldeídos

Você está aqui

Home / Química Orgânica / Grupos Funcionais / Funções Oxigenadas / Aldeídos

O metanal, que em solução é conhecido como formol, sendo usado como conservante de cadáveres, é o aldeído de maior uso.
O metanal, que em solução é conhecido como formol, sendo usado como conservante de cadáveres, é o aldeído de maior uso.

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

Compartilhe:

Os aldeídos são um grupo de compostos orgânicos caracterizados pela presença do grupo carbonila (C = O) em um carbono primário da cadeia, ou seja, esse grupo sempre vem em uma extremidade:

A nomenclatura desses compostos segue as regras estabelecidas pela IUPAC para a nomenclatura dos compostos orgânicos com a terminação “al”, que indica o grupo funcional:


Nomenclatura oficial dos aldeídos

Não é necessário numerar de onde está saindo o grupo funcional, pois conforme já foi explicado, ele vem somente na extremidade da cadeia. Se a carbonila ocorresse em outro carbono, seria uma cetona, e não um aldeído.

Exemplos:

H2C = O: met + an + al = Metanal

H3C — HC = O: et + an + al = etanal

H3C — CH — CH2 —HC = O: prop + an + al = propanal

O — CH — CH2 — HC = O: propandial (temos aqui dois grupos aldeídos, em que o sufixo que se usa é o “dial”).

H3C4 — CH3 — CH22 — HC1 = O: but-2-enal (note que a numeração colocada para indicar a localização da insaturação [dupla ligação] foi a menor possível).

?

Os aldeídos mais simples como o metanal e o etanal possuem cheiro bem forte e irritante, enquanto os de massas molares maiores possuem aromas agradáveis, tanto que muitos deles são responsáveis pelo odor e sabor de vários vegetais. Por exemplo, o cheiro e sabor característicos da canela devem-se ao aldeído cinâmico ou cinamaldeído, e a vanilina (4-hidróxi-3-metoxibenzaldeído) extraída da orquídea Vanilla planifólia é o principal compenente da essência ou aroma de baunilha:


O aldeído cinâmico da canela e vanilina da baunilha

O mais simples dos aldeídos, o metanal, é também o de maior diversidade de uso. Ele é conhecido também como formol e, em condições ambientes, é um gás incolor cujo ponto de ebulição é -21 ºC, de cheiro característico e irritante. Em solução aquosa de 40% em massa, ele é usado para a conservação de cadáveres.

Também pode ser usado em alguns cosméticos, como endurecedor de unha, com a porcentagem máxima de 5%, e em cosméticos capilares, com o limite máximo de 2%, como conservante, pois impede a proliferação de micro-organismos.

Infelizmente, porém, ele também tem sido muito utilizado em escovas progressivas para alisar os fios de cabelos. Mas esse é um uso proibido por lei, sendo considerado um crime hediondo pelo Código Penal Brasileiro. Isso porque os vapores do formol possuem um odor irritante e penetrante, sendo comprovadamente cancerígeno, além de destruir a estrutura dos fios de cabelo.

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

Compartilhe: