Reação de saponificação

Você está aqui

Home / Química Orgânica / Reações Orgânicas / Reação de saponificação

O sabão é produzido por meio de reações de saponificação
O sabão é produzido por meio de reações de saponificação

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

27 Nov 2014

Compartilhe:

A reação de saponificação é aquela em que um éster reage em meio aquoso com uma base forte, ou seja, é uma hidrólise alcalina. Os produtos formados são um sal e um álcool. De modo simplificado, temos:?

Essas reações são denominadas de reações de saponificação porque, quando ocorre uma reação desse tipo, com um triéster proveniente de ácidos graxos, formam-se os sabões.

Os ácidos graxos são ácidos carboxílicos de cadeia longa, em geral com 12 átomos de carbono ou mais. Eles reagem com a glicerina (glicerol ou propanotriol), formando os glicerídeos, também denominados de triglicerídeos ou triacilgliceróis, que compõem os óleos e gorduras animais e vegetais:


Reação genérica de formação do triglicerídeo a partir de três ácidos graxos e uma glicerina

Assim, o sabão é produzido por meio do aquecimento de óleos ou gorduras vegetais em uma solução aquosa de uma base forte, como o hidróxido de sódio, que é conhecido comercialmente por soda cáustica.


Reação de saponificação para fabricação de sabão

Os primeiros sabões eram feitos com misturas de gorduras de animais (sebo), como o material graxo, com as cinzas de madeira, que possuem substâncias alcalinas, como o carbonato de sódio e de potássio.

Observe que o sabão formado possui em sua estrutura uma longa cadeia proveniente do ácido graxo que constitui uma parte apolar, enquanto sua extremidade é polar. Isso permite que a parte apolar interaja com as sujeiras gordurosas que também são apolares, enquanto a extremidade polar interage com a água, que também é polar. É assim que os sabões conseguem diminuir a tensão superficial da água (por isso são também chamados de agentes tensoativos ou de surfactantes), eliminando a sujeira.

 

Os sabões produzidos com o hidróxido de sódio são mais duros. Já os produzidos com hidróxido de potássio (KOH) são mais moles ou até mesmo líquidos. Surgiu então o índice de saponificação, que é a quantidade em miligramas de KOH que é necessária para saponificar 1g de óleo ou de gordura. Veja alguns exemplos a seguir:

Óleos e gorduras:                Índice de saponificação (mg):

      Manteiga                                       210 a 235
   Banha de porco                                190 a 200
 Óleo de algodão                                 190 a 200
Óleo de linhaça                                   190 a 195

Quanto maior é o índice de saponificação, menor é a massa molar do triglicerídeo.

Na reação de saponificação de triglicerídeos, é produzida, além do sabão, a glicerina, que é aproveitada pela indústria para ser usada na fabricação de cosméticos, como cremes e sabonetes.

 

Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Curtidas

0

Comentários

0

por Jennifer

27 Nov 2014

Compartilhe: